Autor: Bárbara Paes

Dia da Ciência | Por que fazer ciência?

Dia 08 de junho é o dia da Ciência. Ciência: (s.f.) “sistema de adquirir conhecimento baseado no método científico, bem como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tais pesquisas” segundo o dicionário Online Merriam-Webster. Existe um bocado de coisa para se falar sobre ciência, além das suas definições estritas, amplas e discussões filosóficas, e certamente este texto seria mais longo e chato do que eu gostaria caso eu fosse por este caminho. Por isso ao invés de focar tanto assim neste campo de conhecimentos, eu parei pra pensar em QUEM e PORQUÊ fazemos ciência. Eu estive lendo um livro recentemente chamado LAB GIRL da geoquímica e geobióloga Hope Jahren, onde logo no começo ela convida o leitor a observar uma árvore, e se perguntar como é esta árvore, como são suas folhas, e seu tronco, e diz: “As pessoas vão te dizer que você precisa saber matemática para ser um cientista, ou química, ou física. Eles estão errados. Isto é como dizer que você precisa saber como tricotar para ser dona de casa, ou que você precisa saber latim para estudar a Bílblia. Certamente ajuda, mas haverá tempo para isso. O que vem primeiro é uma pergunta, e você já está lá”. O que eu entendo que ela quer dize, é que todo este conhecimento acumulado que chamamos de “ciência” vem inicialmente de uma pergunta e da...

Leia mais

Meninas, Mulheres, Cientistas

  Olhe para for a da sua janela. O que você vê? Talvez você veja outras pessoas. Talvez você veja prédios. Talvez um objeto. Talvez você veja o mar, ou um lago ou o céu. Independentemente do que tiver do outro lado da sua janela. Em algum lugar, há alguém que faz ciência, e estuda esta coisa. Existe uma palavra que talvez defina bem isso: EPISTEMOFILIA. Do grego: episteme : conhecimento, ciência Filia: atração, amor, desejo. Desejo, atração, amor por conhecimento. Todo cientista é epistemofílico. Mas além disso, o que faz de alguém “cientista”? Ser cientista, é estar constantemente acostumado com o desconforto. É mergulhar de cabeça no inexplorado, em busca de respostas. Novas respostas para velhas perguntas. Novas perguntas. É tentar compreender o mar, a terra e o céu. Do micro, invisível aos olhos , ao macro que nos escapa. Ser cientista é olhar com fascínio para o passado, e tudo que um dia já foi. Olhar com fascínio para o futuro, e construir tudo que queremos que ele seja. É ver em cada pessoa, um universo inteiro. E em universo de pessoas, padrões. É sempre muita, muita, muita pesquisa e muito estudo. Quanto mais estudo, mais há o que se aprender. E aprendemos. E olhando ao nosso redor, sabemos que nunca conseguiremos compreender absolutamente tudo. Porque tudo é muita, muita coisa. Mas cada momento em que aprendemos...

Leia mais